Notícia
Geral - 06/02/2019 14:15:08

Sífilis: doença grave tem tratamento gratuito nos postos de saúde

Em 2018 foram registrados casos no Município e comunidade precisa ficar atenta
Sífilis congênita pode levar à morte do bebê - Reprodução/Ministério da Saúde
Sífilis congênita pode levar à morte do bebê - Reprodução/Ministério da Saúde

 

Janeiro foi o mês de prevenção e combate à sífilis em Venda Nova do Imigrante. Embora o calendário tenha mudado, os cuidados com a saúde precisam continuar. Houve casos no Município em 2018 e a situação pode se agravar se a comunidade não ficar atenta. A doença é grave, mas tem cura e o tratamento é gratuito.

As equipes da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) receberam capacitações para aprimorar a prevenção e controle da doença. Uma das principais frentes de combate é voltada para a sífilis congênita, aquela que passa de mãe para filho na gestação e que pode levar à malformação, aborto e morte do bebê.

 

Equipes da SMS receberam treinamentos para o combate à doença - Divulgação
Equipes da SMS receberam treinamentos para o combate à doença - Divulgação

 

Para evitar esses casos, as grávidas recebem atenção especial. “Todas as nossas gestantes fazem o exame para detecção no primeiro e terceiro trimestres de gravidez”, lembra Núbia Manhago, enfermeira da SMS. Os testes são feitos durante o pré-natal, realizado nas próprias unidades de saúde (US).

 

 

Atenção além da gravidez

Não só as futuras mamães precisam se preocupar com a sífilis. Uma das principais formas de contágio é a relação sexual sem proteção e, se não tratada, pode causar cegueira, paralisia, problemas cardíacos e até morte. Felizmente, o exame e o tratamento são gratuitos e podem ser feitos nas próprias US de forma sigilosa e ética. “Nós oferecemos o teste de detecção e, se der positivo, já começamos o tratamento”, acrescenta Marise Vilela, gerente da Secretaria.

Com o tratamento correto, existe possibilidade de cura. Por isso, procure as unidades de saúde, faça o teste e cuide-se. Para saber mais, clique aqui.

Nenhum comentário
Escreva um comentário...